Quem era a idosa morta pelo genro a facadas em Canoas

Ela foi tentar defender a filha em uma briga

Alzira Flores de 70 anos foi morta a facadas pelo próprio genro no bairro Fátima, em Canoas. O crime aconteceu em 2012, mas voltou a repercutir nesta quinta-feira (3) após a Polícia Civil confirmar a prisão do criminoso.

Na época, a investigação da Polícia Civil apurou que uma briga de família motivou o crime. Alzira acompanhava a filha Isabel Rosner, de 46 anos, até a casa de Evaldo Eberhard Rosner que hoje tem 60. Eles estavam se separando e descontrolado, ele começou a esfaquear a ex-mulher. Vendo a filha sendo agredida, a idosa tentou intervir e foi golpeada até a morte. Em seguida, o criminoso tentou se suicidar com a faca, mas não conseguiu.

Leia mais notícias de Polícia

Evaldo foi condenado pelo crime em 2017. Desde então, ele era considerado foragido da justiça. Porém, o criminoso foi encontrado em Palhoça vivendo com Isabel que reatou o casamento com ele.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!