O Centro de Bem-Estar Animal de Esteio, na Região Metropolitana, está cuidando do Fábio Assunção. Calma, aí pessoal: é um doguinho e não o ator de novelas.

Leia mais notícias de Esteio

O animal foi atropelado, de acordo com a prefeitura, e hoje está na fila da adoção. Ele ganhou uma cadeirinha para que tenha mais conformo e consiga recuperar os movimentos.

Adote um bichinho do Canil Municipal!

Ao adotar, você contribuirá na diminuição do número de animais de rua. Quem estiver pensando em ter um bichinho de estimação deve, antes de tudo, pensar em uma série de questões relacionadas à adoção responsável. Por exemplo, onde o animalzinho ficará? Ele terá um espaço adequado para correr e brincar? Há condições de fazer a castração dele? Quem assumirá as responsabilidades de vacinas, medicamentos e alimentação? A família poderá ficar com ele por 15 anos? Quem cuidará dele em caso de viagens?

Após essa reflexão, a sugestão é que as pessoas optem pelo acolhimento a bichinhos abandonados que estão em canis. O Canil Municipal de Esteio, mantido e operado pela Prefeitura, fica na Av. Luiz Pasteur, 7275, Bairro Três Marias, junto ao Galpão da Cootre (veja o mapa: http://bit.ly/catioro-go) e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Para adotar, é necessário ser maior de idade, apresentar RG, comprovante de residência e assinar o termo de adoção.

Quem quiser conhecer quais cachorros estão aguardando adoção pode acessar o site do Catioro Go! (www.esteio.rs.gov.br/catioro/). A página pode ser acessada em computadores, tablets e smartphones e traz a foto, o nome e o sexo do cachorrinho. Para adotar pelo site, basta clicar em “Capturar Catioro” e fazer o login em uma conta do Facebook. Após, a pessoa terá sete dias para buscar o cãozinho no Canil Municipal. Caso passe o prazo, o cachorrinho voltará para a página e ficará disponível para adoção por outra pessoa.

Quem não tiver perfil no Facebook ou não quiser fazer login na rede social poderá também “capturar o catiorineo”. Para isso, basta ligar para o telefone (51) 3433-8180 e falar com a coordenadora Luciane Baretta. Por esta forma, também é aberto prazo de sete dias para que a pessoa busque o animal no Canil.