Foto: Arquivo Pessoal

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Leopoldo, no Vale do Sinos, segue investigando o caso da adolescente de 13 anos encontrada morta na noite da última quarta-feira (9). Ela foi espancada e esfaqueada até a morte.

Segundo a polícia, o rosto estava desfigurado. O corpo tinha diversos sinais de espancamento, hematomas no rosto, cortes no pescoço e até lesões de defesa nas mãos. Vizinhos relataram que ouviram os gritos da jovem. O Instituto Geral de Perícias (IGP) apontou que a morte ocorreu mais de 24 horas antes do corpo ser encontrado.

Leia mais notícias de polícia

O corpo estava em cima da cama, sem roupas e enrolado em um cobertor. Diante desse cenário, a polícia também suspeita que a menor tenha sido estuprada.

Tentativa de suicídio

Na tarde desta quinta-feira (10) o pai da jovem que, até então, não tinha sido encontrado, tentou se suicidar em uma passarela da BR-116. Ele foi resgatado pelos policiais do 25° Batalhão de Polícia Militar (25° BPM).

Em entrevista ao programa Brasil Urgente da TV Bandeirantes, a delegada Isadora Galian, titular da DHPP, o pai foi levado pelos policiais para a delegacia. Ele deve ser escutado nas próximas horas.

Galian ainda ressaltou que o pai é um dos suspeitos do crime. “Não descartamos nenhuma hipótese.”