Foto: Divulgação

A Polícia Civil deu detalhes do caso do detento encontrado morto na última quinta-feira (18) em uma penitenciária do Paraná. Ele cumpria pena de 23 anos por estupro de vulnerável e for encontrado pelos agentes com cortes por todo o corpo e com o coração arrancado.

Recebas as notícias de Agência GBC no WhatsApp

O preso foi identificado como Alex Sandro de Souza Mota de 30 anos. O homem teve o pênis decepado e colocado na própria boca. Os cortes foram feitos com uma gilete.

Ele foi identificado como Alex Sandro de Souza Mota, de 30 anos. Um dos três companheiros de cela dele confessou o crime para a Polícia Civil. Segundo ele, ouviu “vezes em sua cabeça” que ordenavam o que deveria fazer. Mesmo que todos os envolvidos já estejam presos, a polícia protocolará um novo pedido de prisão preventiva.