A Defesa Civil de Canoas esteve, nesta sexta-feira (14), fazendo um monitoramento nas águas do Rio do Sinos e Jacuí, na Prainha do Paquetá. O objetivo foi avaliar os efeitos da estiagem no nível dos rios que cercam a cidade.

Em estado crítico, o nível do Rio dos Sinos chegou a 0,32 metros – o mais baixo dos últimos 30 dias. Abaixo do normal, o Rio Guaíba está em estado crítico, com apenas 0,15 metros nas margens do Cais do Porto. Ao longo de toda a extensão percorrida entre o Rio dos Sinos, Rio Jacuí e Rio Gravataí, foram verificados diversos bancos de areia e muitos pontos com vegetação visível. Apesar disso, o nível é considerado normal para a captação de água.

O secretário da Defesa Civil, Igor de Sousa, reitera que, com o tempo seco, é fundamental que os canoenses adotem medidas preventivas para a economia de água. “Verificamos pontos com água muito abaixo da normalidade. Ainda não são pontos extremamente críticos e que comprometam, mas, nesse momento, é de suma importância que a água seja utilizada com extrema responsabilidade”, destacou.

Abaixo seguem algumas dicas para economizar água:
– Banhos rápidos;
– Reaproveite a água da máquina de lavar;
– Evite o uso de mangueiras;
– Evite lavar carros e calçadas;
– Desligue a torneira para escovar os dentes e ensaboar louças;
– Verifique infiltrações e vazamentos