Foto: Jaime Zanatta/GBC

Siga a Agência GBC no Instagram

A reportagem de Agência GBC teve acesso ao apartamento em que criminosos torturaram e espancaram três homens no bairro Guajuviras, em Canoas. O imóvel fica no bloco 14 do MQ3, na Estrada do Nazário.

Conforme o delegado Robertho Peternelli, titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os investigadores chegaram até o imóvel após denúncias anônimas. “Com essas denúncias também conseguimos identificar um dos autores desse crime brutal”, comenta.

Durante a Operação Tríplice Coroa, deflagrada nesta terça-feira (24) com o apoio do 15° Batalhão de Polícia Militar (15° BPM), os policiais foram até o apartamento. Nele, foram encontradas manchas de sangue e até cabelos. “Acionamos o Instituto Geral de Perícias (IGP) para tentar encontrar, por exemplo, as digitais de mais envolvidos.”

O crime

No inicio da madrugada do dia 5 de maio, dois homens foram encontrados mortos dentro de um VW Gol na Estrada do Nazário. Um terceiro homem foi socorrido com vida e segue internado em um hospital da Grande Porto Alegre. .

Na época, de acordo com a Polícia Civil, o Instituto Geral de Perícias (IGP) apontou que as vítimas tinham sido mortas a pauladas e torturadas, já que estavam amarradas.

Ofensiva

Mais de 70 policiais cumpriram 13 ordens judiciais, sendo 11 mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva. Uma mulher foi presa em Guaporé, na Serra. Segundo apurado por Agência GBC, ela era namorada de um dos homens mortos. “Vamos tentar identificar a participação dela no crime”, pontua Peternelli.