Foto: Gabriel Rodzinski

 Prefeitura de Esteio entregou, nesta quinta-feira (26), o Estande de Tiro Alexandre Knewitz Pereira na sede da Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP). Com uma área total de quase 200 m², a estrutura permitirá que os agentes da Guarda Municipal esteiense tenham um local próprio para realização de treinamentos práticos e teóricos, obrigatórios ou não, para, por exemplo, a concessão de porte de arma de fogo, para a renovação anual do documento e também para aperfeiçoamento.

“Nós iniciamos, lá atrás, uma série de investimentos para a qualificação da Guarda Municipal, entre os quais, a escola de formação. De forma gradativa, viabilizamos que todo o processo de capacitação pudesse ser feito dentro da secretaria. Os novos agentes que vamos convocar, para ampliar o efetivo, já vão poder treinar aqui, algo que não era possível antes. Essa é uma conquista para Esteio e para nossa região”, comentou o prefeito Leonardo Pascoal. Ele mencionou, ainda, que os guardas municipais são os que têm mais horas de formação, proporcionalmente, entre os servidores da Prefeitura.

Pascoal aproveitou para saudar a integração entre os órgãos de segurança pública. “É graças a esse trabalho conjunto que Esteio tem obtido, nos últimos três anos, os melhores resultados na série histórica nos indicadores de criminalidade, com reduções significativas”, ressaltou, recordando outros investimentos feitos pela Prefeitura na qualificação da Guarda, como a compra de viaturas, de fardamento e de armas, com a concessão para o porte dos equipamentos.

A sala de treinamento leva o nome de Alexandre Knewitz Pereira, falecido em 17 de março de 2021, aos 41 anos, em decorrência da covid-19. Ele fez parte da primeira turma da Guarda Municipal de Esteio, ingressando em junho de 2006 como melhor classificado no concurso, e permanecendo na corporação até o final de 2016, quando assumiu como professor de Matemática nos municípios de Canoas e São Leopoldo. Presentes na cerimônia dessa quinta, o pai e a mãe de Alexandre, José Eli Silveira Pereira e Neuza Knewitz Pereira, agradeceram a homenagem. “Muito obrigado a todos, em especial à Guarda Municipal pela homenagem. Creio que o Alexandre está muito satisfeito, esse era um órgão que ele amava muito”, afirmou, emocionado, José Eli.

O titular da SMSP, Alberto Rocha, destacou que a ideia para o nome do estande de tiro partiu dos próprios agentes. “O Alexandre foi um dos responsáveis por termos hoje dentro da nossa secretaria um centro de formação para a Guarda Municipal, com nossos próprios instrutores”, explicou. “Quem é da área da segurança pública sabe que um estande de tiro como esse é uma relíquia, são poucos os grupamentos que têm. Mas ele é fundamental para a nossa função de treinar, treinar e treinar, para que, caso seja necessário, o agente possa usar o equipamento da melhor forma possível”, complementou Alberto.

Também participaram da inauguração o vice-prefeito Jaime da Rosa e secretários municipais, o deputado Vilmar Lourenço, o presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Kohlrausch, acompanhado pelos colegas Cristiano Coutinho, Derli Scienza, Fernanda Fernandes e Francisco Alves, e representantes de guardas municipais e de órgãos de segurança pública do Município e de cidades vizinhas.

Estande tem seis boxes

Resultado de um investimento de R$ 207,8 mil, o estande de tiro tem seis boxes, quatro com distância de 15 metros até os alvos e dois com distância de 20 metros, numa área total de 152,76 m². As paredes externas foram construídas em pedra grês. Foram erguidas duas paredes, com um vão entre elas, onde foi colocada lã de rocha, para abafar os ruídos produzidos. As paredes internas, por sua vez, são de tijolo maciço. Pilares e vigas aéreas contam com anteparos de dimensões e ângulos que seguem as exigências da Polícia Civil, de forma a evitar o ricochete de projéteis em direção ao atirador e eventuais danos à estrutura. No fundo da linha de tiro foi instalado um para balas, composto por duas chapas, uma delas de aço, tendo o vão preenchido com argila e uma camada de pneus velhos cheios de areia na frente.

A construção faz parte dos projetos prioritários estipulados pela Administração Municipal para a SMSP nas Metas de Gestão 2021. A estrutura é necessária para a concessão de porte de arma de fogo aos agentes da Guarda Municipal e, também, para a renovação anual do documento. Ambas as situações têm um treinamento obrigatório que demanda um número mínimo de disparos. Até agora, para poder fazer essas práticas, a Secretaria buscava parcerias ou, então, acabava pagando para o uso de espaços de terceiros.

A partir de agosto de 2019, os guardas municipais receberam a concessão para porte de arma em horário de serviço. Para se habilitar, é necessário participar de um treinamento sobre armamento e tiro, com carga horária de 182 horas e conteúdos aprovados pela Polícia Federal, e passar por teste de aptidão específico, com exames envolvendo conhecimentos teóricos, práticos e avaliação psicológica. Anualmente, deve ser feita uma reciclagem, com 80 horas-aula. As armas que os agentes utilizam foram recebidas pela Prefeitura no final de 2018. São, ao todo, 20 pistolas da marca Taurus, calibre .380. Até o final de 2020, parte do efetivo foi habilitado, também, para o uso de armas longas (a corporação recebeu, em uma doação, uma carabina calibre .40 CTT40, da marca Taurus, e uma espingarda Military 3.0, calibre 12, marca CBC). Atualmente, o efetivo da Guarda Municipal de Esteio é de 44 agentes.