CANOAS | Seria legal, mas é muito caro o passe livre no dia da eleição - e não vale a pena | Agência GBC
23.2 C
Canoas
03 de dezembro de 2022

RODRIGO BECKER

Rodrigo Becker é jornalista e escreve sobre política, negócios e cidade diariamente neste espaço.

CANOAS | Seria legal, mas é muito caro o passe livre no dia da eleição – e não vale a pena

Polêmica em Porto Alegre levanta questão para Canoas: e o passe livre para o dia da eleição? Eu acho que não deve ter - e digo porquê

No mundo ideal, no domingo da eleição todos andariam de graça no transporte coletivo top da cidade. Lindos e felizes. Mas a vida real é diferente do mundo ideal. Nosso transporte, infelizmente, não é top, custa caro e o domingo de passe livre é como a esperteza do açougueiro que põe mais sebo do que agulha para moer o guisado de segunda – e te oferece gordura a preço de carne limpa. Nem todos os açougueiros são assim, por óbvio, e não podemos nós sermos assim conosco mesmo por apenas um dia de passe livre.

A realidade é que a Sogal, hoje, é uma empresa pré-falimentar. Sobrevive do subsídio que o município põe, todos os meses, para bancar as gratuidades locais. Há muito o que se colhe na roleta não banca o custo do transporte, mas sabemos, você e eu, que a gestão da empresa parou no tempo em que encher a cidade de ônibus era um grande e inquebrável negócio. Hoje, com Uber e o home office, o transporte coletivo parece a carruagem do novíssimo Rei Charles III ao lado de uma Ferrari – só que, no caso da Sogal, a carruagem é desconfortável e, por vezes, te deixa a pé.

Tenho dó de cada centavo que a cidade gasta com subsídio para o transporte porque, no fim, as coisas não melhoram. Entendo que agora e no futuro, não haverá transporte coletivo sem subsídio e não vou defender aqui ou em qualquer outro lugar a hipocrisia de que se corte, de uma hora para outra, o auxílio que mantém em pé a empresa e os empregos que ela gera. Mas também não defenderei um dia de passe livre que nos custe qualquer centavo a mais de dinheiro público ou aumento de tarifa, mesmo que seja para o dia da eleição.

Parte dos eleitores só pensa no voto quando a gente chega pertinho da eleição, na semana de ir votar – e tá tudo bem. Mas isso o faz esquecer que basta ir ao cartório eleitoral, que em Canoas fica no Centro, na Guilherme Schell, e trocar o local de votação para um ponto mais perto de casa, para onde se possa ir a pé. Não é só porque é mais fácil: o dia da eleição transforma a cidade em uma grande feira livre, lembram? É carro, militante, bandeira, candidato e gente para todos os lados. Votar perto de casa facilita a mobilidade de todos. E o ônibus, que faz parte desse sistema, não precisar ser de graça para garantir a democracia.

A mim basta que seja bom e acessível todos os outros dias.

Mais Lidas

ÚLTIMAS DE RODRIGO BECKER

CANOAS | MP queria JJ preso, mas desembargador disse não: o movimento da Copa...

Blog teve acesso exclusivo ao pedido do MP que levou à busca na casa do prefeito em 23 de novembro e à manifestação prévia ao julgamento do habeas, no STJ

CANOAS | Republicanos indica novo secretário para o Desenvolvimento Econômico

Ex-vereador Marcus Vinícius Quinho assume a pasta que era de César Augusto e estava sob o comando de um interino desde meados de novembro

CANOAS | Por que decreto para uso de máscaras não saiu? O ‘dedo no...

Governo optou por 'orientar' e não 'obrigar' o uso de máscaras, além de abrir 9 unidades de saúde para atender aos finais de semana

CANOAS | Máscara é melhor que Covid e fecha-tudo: na dúvida, o seguro

Aumento de casos impõe proteção pessoal e comunitária contra a Covid-19 - com ou sem decreto

CANOAS | Nedy no PT? Não duvide do pragmatismo de Paulo Pimenta

Especulação da semana coloca Nedy de Vargas Marques no PT de Paulo Pimenta: impossível não é - e o blog explica
error: Conteúdo protegido!