Advogados e empresários de Canoas são alvos de operação da Polícia Civil | Agência GBC
23.2 C
Canoas
03 de fevereiro de 2023

Advogados e empresários de Canoas são alvos de operação da Polícia Civil

Eles são acusados de integrarem uma organização criminosa que vende drogas por tele-entrega e faz lavagem de dinheiro em empresas de fachadas

Siga a Agência GBC no Instagram

Entre os alvos da Operação Erga Omnes deflagrada nesta quarta-feira (30) estão advogados, contadores e empresários de Canoas e mais 10 cidades gaúchas. Eles são acusados de integrarem uma organização criminosa que vende drogas por tele-entrega e faz lavagem de dinheiro em empresas de fachadas.

De acordo com o delegado Gabriel Borges, que coordena a ofensiva, os investigadores estão há 12 meses investigando. Conforme apurado por Agência GBC, o trabalho começou após uma série de prisões onde os agentes da 3ª Delegacia de Investigações do Denarc conseguiram desenhar o esquema e identificar os integrantes.

Nas últimas semanas, os policiais apuraram que há membros com alto poder aquisitivo dentro da organização criminosa. Integrantes da classe média-alta eram os compradores dos entorpecentes.

Até o momento, 32 criminosos foram presos. “Foi um duro golpe ao crime organizado. Desarticulamos um grupo criminoso que atua há, pelo menos, 10 anos”, pontua Borges.

Ofensiva em números

Os mais de 300 policiais estão cumprindo 350 ordens judiciais, sendo 43 de prisão, 54 de busca e apreensão, bloqueios de contas bancárias, sequestro de bens e quebras de sigilo bancário. Além de Canoas, a ofensiva também acontece em Cachoeirinha, Capão da Canoa, Eldorado do Sul, Gravataí, Porto Alegre, Osório, Xangri-lá, Tapes, Santa Cruz do Sul, Taquara e em cidades de Santa Catarina e Paraná.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!