Nutricionista é preso acusado de abusar pacientes

Ele estava foragido desde agosto de 2022 e se apresentou, junto com advogado, no foro do município

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

A Polícia Civil informou nesta sexta-feira (24) que o nutricionista acusado de abusar sexualmente de mulheres se apresentou no foro de Viamão, na Região Metropolitana, na presença de um advogado. Ele estava foragido desde agosto de 2022.

A defesa havia informado, na semana passada, que o agora réu em processo judicial por crime sexual mediante fraude iria se apresentar às autoridades nos próximos dias. Depois de ser ouvido pelo juiz local, o investigado foi encaminhado para exame de corpo delito em unidade médica na cidade e ficará aguardando vaga no sistema prisional.

Mesmo com a promessa de que se entregaria, a titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Viamão, delegada Marina Dillenburg, mantinha equipes nas ruas para tentar encontrá-lo. Segundo ela, os agentes tentarão ouvir o nutricionista, mas não descarta que ele fale somente em juízo.

O homem responde a processo criminal pelo fato de que, conforme a acusação, se valia da profissão — em academias de Viamão ou no próprio consultório — para induzir mulheres a tirarem a roupa para que pudesse conferir as medidas delas. Desta forma, apalpava os corpos das vítimas, inclusive partes íntimas.

Os casos registrados são de 2020 a 2022. Seis vítimas constam no processo judicial. Uma sétima mulher, que procurou a polícia na semana passada, terá o caso anexado na apuração realizada no Poder Judiciário. Nesta sexta-feira, a polícia registrou uma nova ocorrência, totalizando oito casos em investigação.

O Conselho Regional de Nutrição (CRN) do Rio Grande do Sul também investiga as condutas do réu. O CRN abriu procedimento ético-disciplinar há cerca de seis meses.

Contraponto da defesa

O advogado que representa o acusado, Arlei Vitório Steiger, também confirmou a apresentação do cliente perante as autoridades de segurança. Além disso, ressaltou que, sobre as acusações, se manifestará posteriormente.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!