17.8 C
Canoas
21 de junho de 2024

Criminosos que arrombam, furtam e roubam veículos em supermercados e shoppings em Canoas são alvos de operação

Até o momento, oito bandidos foram presos

CLIQUE AQUI para receber as notícias no WhatsApp

Agentes da Polícia Civil deflagram nesta terça-feira (1º), a Operação Chapolin, que cumpre 13 mandados de prisão (dois preventivos e 11 temporários) e 27 ordens de busca e apreensão em Canoas e região. Também estão sendo cumpridos mandados no Litoral Norte, em Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada, Parobé, Novo Hamburgo, Ivoti e Cidreira. Até o momento, oito pessoas já foram sido presas.

Como agem os criminosos

A quadrilha atua em estacionamentos de supermercados, postos de combustíveis e restaurantes, aproveitando o momento em que os proprietários se afastavam dos veículos para praticar furtos.

Uma das táticas utilizadas pelos criminosos era o uso de um dispositivo conhecido como “chapolin”, que bloqueava os sinais do alarme eletromagnético dos veículos, impedindo o trancamento dos mesmos.

Atuação da polícia

Durante a investigação, a polícia conseguiu identificar os suspeitos em imagens de câmeras de segurança, relacionando-os a diversos casos de furtos. Alguns membros do grupo eram responsáveis ​​por alugar carros, revender os bens furtados ou realizar transferências bancárias a partir das contas das vítimas para outras contas pertencentes a membros da quadrilha.

Prejuízos para as vítimas

De acordo com as apurações, o prejuízo total das vítimas o momento é de quase R$ 100 mil, considerando os bens levados e as transferências bancárias realizadas após os furtos.

Além disso, foi identificado que um dos suspeitos adquiriu um veículo de luxo, uma BMW/320I, avaliado em R$ 336 mil, o que levanta suspeitas de que o carro pode ter sido adquirido com os recursos obtidos através dos crimes.

Os principais crimes investigados são furto qualificados, estelionato e associação criminosa.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!