POLÍCIA: Menina negra é agredida e xingada de ‘macaca’ e ‘cabelo de bombril’ em escola

A Polícia Civil investiga o caso, escola nega crime de racismo contra a estudante

CLIQUE NO LINK para receber as notícias pelo WhatsApp


Uma mulher de 43 anos denunciou a polícia que a filha, de 12 anos, teria sido vítima de agressões e xingamentos racistas por colegas de uma escola municipal de São Paulo. Foi registrado um boletim de ocorrência no dia 11 de março, por preconceito de raça ou cor.


De acordo com a mãe da menina que sofreu o ataque, cinco alunos do ensino fundamental jogaram fezes de gato no uniforme da filha. Além de terem chamado a estudante de “macaca”, “cabelo de bombril” e “capacete de astronauta”. A menina ainda teria sido pisoteada pelos colegas.


“Ela chorava muito, não quero nunca mais que alguma criança sinta o que a minha sentiu. Para que nunca mais uma mãe chore que nem eu chorei de dor ao ver minha filha na situação que eu vi. Quero justiça”, disse a mãe em entrevista ao G1.


A menina recebeu uma medida protetiva e os cinco alunos que a agrediram devem ficar a 100 metros de distância dela. Em nota, a escola Hebe de Almeida Leite Cardoso, negou que o caso se trate de um crime de racismo. A escola afrma que está apurando, com documentos e testemunhas, o corrido. A Polícia Civil investga o caso.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!