23.1 C
Canoas
19 de julho de 2024

Síndrome de Patau: Saiba mais sobre condição que afetava filho de Zé Vaqueiro 

O filho de 11 meses de Zé Vaqueiro com a empresária Ingra Soares, morreu por complicações causadas pela síndrome de Patau, na madrugada desta terça-feira (9).

O pequeno Arthur, de 11 meses, nasceu com a rara síndrome de Patau, que afeta o sistema cardíaco, nervoso e urinário. A condição é genética e não possui cura.

“Deus sabe de todas as coisas, e decidiu que era hora do nosso Arthur se juntar a Ele e descansar. Agradecemos do fundo de nossos corações o amor e as orações que nosso menino recebeu enquanto estava entre nós”, publicaram Zé Vaqueiro e a esposa  Ingra nas redes sociais. 

Logo após o nascimento, a criança chegou a ficar internada por quase 10 meses em um hospital de Fortaleza, no Ceará. Porém, ao receber alta, a criança sofreu uma parada cardíaca e os médicos a hospitalizaram menos de 24 horas depois.

O casal tem outros dois filhos: Daniel e Nicole. Arthur era o mais novo. 

O que é a síndrome de Patau? 

A Síndrome é uma anomalia genética caracterizada pela malformação das crianças que apresentam esta condição.  

Portanto, os seres humanos possuem 46 cromossomos divididos em 23 pares, e a trissomia ocorre quando há três cromossomos no par 13.

Essa condição é originada no óvulo materno devido à falta de disjunção desses cromossomos.

Como a síndrome de Patau afeta o bebê?

Dessa maneira, crianças que nascem com a síndrome podem apresentar atraso mental e cognitivo, além de informações físicas, como por exemplo:

  • orelhas deformadas
  • fenda labial e palato fendido
  • plantas dos pés arqueadas

Além disso, a síndrome pode desencadear outras doenças e complicações, tais como:

  • problemas no coração
  • surdez parcial ou total
  • deficiência mental

Existe tratamento para a síndrome?

A síndrome de Patau não possui tratamento ou cura; no entanto, é recomendado um acompanhamento incisivo e diário.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!