27.2 C
Canoas
24 de julho de 2024

Enfermeira acusada de tentar matar mais de 10 bebês em hospital de Canoas será julgada

A mulher atuava há dois anos na instituição.

A técnica de enfermagem apontada como a responsável pela tentativa de homicídio de 11 bebês no Hospital Universitário de Canoas será julgada nesta quinta-feira (11). Ela teria, na época, envenenado as crianças.

O crime ocorreu em 2009. Na ocasião, a mulher de 25 anos acabou indiciada pela Polícia Civil após aplicar sedativos em 11 recém-nascidos. Por causa da medicação, as crianças apresentaram sintomas de intoxicação. Todos precisaram ser internados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal do HU.

Presa em 2009, a técnica de enfermagem permaneceu por um ano no Instituto Psiquiátrico Forense (IPF) em Porto Alegre. Em 2010, ela recebeu liberdade provisória.

Como o caso foi descoberto

O crime foi descoberto após 13 bebês terem sido encaminhados para a UTI com sintomas de intoxicação. O diagnóstico semelhante chamou a atenção da direção da instituição, da Secretaria Municipal de Saúde e da polícia.

Após o inicio das investigações, a polícia encontrou na pochete da técnica de enfermagem uma seringa com restos dos medicamentos utilizados nos bebês. Durante depoimento, ela confessou o crime e disse que estava em quadro depressivo por conta da separação dos pais.

A mulher atuava há dois anos na instituição.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!