FOTO: Polícia Civil/Divulgação

FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Da redação | Quatro pessoas foram presas na última sexta-feira (20), no bairro Mathias Velho, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Eles foram autuados em flagrante por receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa. Um veículo clonado foi apreendido.

Segundo a delegada Kátia Rheinheimer, os policiais realizaram diligências durante esta semana para apurar uma denúncia de que um investigado estaria utilizando uma residência como esconderijo e ponto de encontro com seus comparsas, no bairro Mathias Velho. “Confirmada a denúncia após a abordagem, foi realizada a prisão do suspeito investigado, de 23 anos, com antecedentes pelos crimes de homicídio e tráfico, também foi realizada a prisão de mais três pessoas. Um homem de 33 anos, com antecedentes por furto, receptação e tráfico, um homem de 38 anos, com antecedentes por roubo, receptação e associação criminosa e um homem de 25 anos, sem antecedentes”, conta a delegada.

No local também foi apreendido um veículo roubado clonado, que seria utilizado pelo grupo criminoso. Todos foram autuados em flagrante pela prática dos crimes de receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa.

A delegada ressalta que o suspeito preso de 23 anos investigado pela delegacia, possui três mandados de prisão preventiva decretados em seu desfavor. “Um deles em razão de crime de homicídio de grande repercussão ocorrido na Capital, no final de 2016, quando a vítima foi executada à luz do dia, em plena rodoviária, ao desembarcar de um ônibus vindo da cidade de São Borja, delito motivado por desavenças relacionadas ao tráfico de drogas”, explica a delegada.