FOTO: Trensurb/Divulgação

Da redação | Seis trens foram depredados na madrugada dessa quinta-feira (23), após a primeira partida entre Grêmio e Lanús pela final da Libertadores. O ato ocorreu durante umaa Operação Especial montada para ampliar horários do trem para os torcedores que voltavam do jogo.

Foram quebrados vidros das janelas e luminárias. Fiação de parte da rede elétrica dos veículos ficou exposta. Além disso, banheiros e vidros de ao menos duas estações foram vandalizados.

Conforme a Trensurb, o local mais afetado foi a estação Anchieta, que atende a Arena do Grêmio. No local, vasos sanitários também foram destruídos. Não foram registradas brigas no local.

Apesar do vandalismo, os trens operaram normalmente nesta manhã. Os prejuízos afetaram de forma mais sensível os passageiros da estação Mathias Velho, em Canoas. Um dos dois horários que partem deste local para a Capital teve que ser cancelado. Dos seis trens danificados, três ainda permanecem em manutenção. Contudo, apenas um dos veículos depredados, que sairia às 7h25min da Mathias Velho, funcionaria durante a manhã.

A Trensurb ainda não contabilizou os prejuízos em função do vandalismo, e pretende divulgar imagens da ação ainda nesta quinta.