FOTO: André Coelho/Agência O Globo

FOTO: André Coelho/Agência O Globo

Da redação | O presidente Michel Temer deve desembarcar no Rio Grande do Sul na próxima quinta-feira para anunciar investimentos em Rio Grande e Passo Fundo.

Conforme o vice-líder do governo na Câmara, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), a possibilidade de agenda do presidente “passa de 50%”. O Palácio do Planalto só deve confirmar a vinda de Temer, oficialmente, na segunda-feira. A projeção inicial era de uma visita presidencial ao Rio Grande do Sul ainda em fim de novembro.

O Planalto programa anúncios de investimentos na indústria naval de Rio Grande, na expansão do Aeroporto de Passo Fundo e em hospitais. Para o Porto de Rio Grande, serão liberados quase R$ 23 milhões. Já o terminal aéreo deve receber mais R$ 25 milhões.

Perondi estima que Temer visite apenas Rio Grande e, depois, assine os recursos para Passo Fundo no Palácio Piratini, em Porto Alegre. A aproximação de Temer com o governador José Ivo Sartori também pode servir para destravar o processo de adesão do Rio Grande do Sul ao Plano de Recuperação Fiscal.

Perondi ressalta, ainda, que o governo federal busca manter agenda positiva no RS, assim como ocorreu no fim do mês passado, quando o Planalto aportou R$ 240 milhões para obra de construção da segunda ponte do Guaíba.