Foto: Reprodução

Da redação | Alvorada e Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, dispararam no número de crimes contra a vida em 2017. Respectivamente, são 187 e 165 casos registrados no ano, um salto de mais de 80% em comparação com 2016. No geral, imperou a guerra entre facções e a disputa por tráfico de drogas.

Apenas entre novembro e dezembro, 21 pessoas foram assassinadas em Gravataí, sendo que em Alvorada, no mesmo período, 29 morreram.

Casos que chamaram a atenção

Gravataí:

– No Loteamento Xará, dois jovens, de 17 e 22 anos, que eram primos, foram obrigados a cavar a própria cova, antes de serem mortos e queimados. Um vídeo do caso foi gravado pelos criminosos e se espalhou nas redes sociais; (foto)

– Na Morada do Vale II, um atentado deixou duas pessoas mortas e outras 33 feridas, em uma festa. A polícia acredita que o crime foi cometido por integrantes de grupos criminosos.