Foto: Divulgação

Da redação | A Polícia Civil realizou neste sábado (21) a quinta prisão relacionada ao caso das crianças esquartejadas. Paulo Ademir Norbert da Silva, 48 anos, estava foragido desde o último dia 04, quando teria escapado antes da Polícia chegar em sua casa, em Cidreira. A prisão ocorreu no fim da tarde de ontem, no balneário de Quintão.

Silva é acusado pela Polícia de auxiliar no pagamento do ritual satânico envolvendo as crianças e, inclusive, de participar do sacrifício das vítimas, ocorridos entre agosto e setembro do ano passado. Os corpos de uma menina e um menino, com idades entre oito e 12 anos, foram localizados esquartejados no bairro Lomba Grande, em Novo Hamburgo. A casa onde ocorreu no ritual está localizada na localidade de Morungava, em Gravataí.

Para a Polícia, Silva é sócio de Jair da Silva, 47, que teria encomendado o ritual para atrair prosperidade nos negócios.