FOTO: Alina Souza/CP

FOTO: Alina Souza/Correio do Povo

Da redação | Três minutos! Esse foi o tempo que os criminosos levaram para render dois seguranças do carro-forte que carregavam o dinheiro da lotérica que fica dentro do Hipermercado Bourbon de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Eram cinco criminosos com duas armas longas e quatro curtas.

Segundo populares, os criminosos chegaram ao hipermercado em um Renault Kangoo. Eles estacionaram o veículo perto do carro-forte e da porta da lotérica, que na hora do assalto, estava lotada.

Depois da ação, os criminosos fugiram em outro carro. O escolhido foi um Toyota Corolla, abandonado na Rua Vicente Pacheco, que fica perto da BR-116. Na própria rodovia, eles embarcaram em um Peugeot e fugiram em direção à Esteio.

Segundo a Brigada Militar, os dois primeiros carros estavam com as placas clonadas. Os criminosos usavam capuz e coletes à prova de balas. O profissionalismo e a audácia do grupo impressionaram até mesmo seguranças e policiais que atenderam à ocorrência. Eles relataram que a ação foi muito rápida, além de não ter havido sequer um disparo.

O crime está sendo investigado pela Polícia Civil.