Foto: Trensurb/ Divulgação

Da redação | A nova tarifa da Trensurb, que provocou protestos e polêmicas em cima de seu cálculo, é avaliada pela 10ª Vara Federal de Porto Alegre.

Nos próximos dias, o judiciário tomará a decisão que vai impactar na vida dos usuários do trem: suspender o reajuste de 94% ou não.

O judiciário analisa as planilhas de cálculos da empresa, que justificam o aumento de R$ 1,70 para R$ 3,30, aplicado no dia 03.