Foto: arquivo pessoal

Da redação | O homem detido pela morte de Naiara Soares Gomes de sete anos, em Caxias do Sul, na Serra, confirmou que estuprou a vítima. Ele indicou na tarde desta quarta-feira (21) onde estava o corpo da criança.

O acusado também é o responsável pelo estupro de uma criança de nove anos em 2017. No crime cometido em outubro, a criança estava sozinha e foi abordada a poucos metros do colégio.

Naquela ocasião, o criminoso estava de carro e parou ao lado da vítima. Ele a atraiu alegando que tinha um presente para entregar. A criança, que não conhecia o agressor, aceitou entrar no veículo. Dali, foi levada até a casa do criminoso, onde sofreu o abuso. A criança só foi liberada duas horas depois numa localidade da Zona Sul da cidade.

O delegado regional Paulo Roberto Rosa da Silva, responsável pelas investigações, faz uma relação importante sobre os dois casos: as vítimas têm perfil bastante semelhante, e as circunstâncias do rapto também. Naiara e a menina violentada no ano passado iam para a escola quando foram pegas pelo suspeito. A identidade dele ainda não foi divulgada, mas sabe-se que tem cerca de 30 anos.