FOTO: Derli Colombo Jr./Prefeitura de Canoas

Da redação* | Antes mesmo do dia amanhecer Iara da Silva, 74 anos, chegou ao Hospital Universitário (HU) neste sábado (31) para a tão esperada consulta cardiológica. Com horário de atendimento agendado para às 8h, a moradora do bairro São José, em Canoas, chegou duas horas antes acompanhada do filho. “Quando me ligaram dizendo que fui chamada neste mutirão nem acreditei. Fiquei muito feliz. Quis vir cedo que é para garantir. Vou para casa satisfeita e aliviada, pois os exames deram tudo bom”, conta Iara logo após ser atendida.

Dona Iara é uma das 470 pessoas atendidas no mutirão de cardiologia realizado no Hospital Universitário. A cada sábado a Prefeitura de Canoas, em parceria com o Gamp, realiza mutirões em diferentes especialidades com o objetivo de zerar a fila interna do hospital. A cardiologista Joseane Dullius destaca que é importante para desafogar a fila de espera e atender casos especiais. “Com o mutirão conseguimos chegar mais rápido nos pacientes com casos mais urgentes, aqueles que precisam de cateterismo cardíaco e eletrocardiograma”.

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, acompanhou a ação no HU e se surpreendeu com o grande movimento. Ao conversar com as pessoas que aguardavam atendimento, constatou que estavam ali desde cedo, inclusive, quem tinha horário agendado para às 15 horas. “Quando a população é chamada para um mutirão tão grande como esse acaba ficando ansiosa e vem antes mesmo do horário previsto. Teve ainda o fator chuva. Imediatamente buscamos uma solução em conjunto com a direção do hospital para reforçar a equipe médica e também abrir um espaço extra no terceiro andar para acomodar melhor as pessoas”, destaca Busato.

*Com informações da Prefeitura de Canoas