FOTO: Jaime Zanatta/GBC

FOTO: Jaime Zanatta/GBC

Da redação | A Sogal pagou na última quinta-feira (26) o vale-alimentação dos funcionários que estava atrasado há pelo menos 10 dias. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Rodoviários de Canoas.

Na última semana, a categoria ameaçou paralisar as atividades no mês de maio caso a situação não fosse regularizada. Mesmo com o pagamento do vale, os rodoviários seguem em estado de greve até a próxima terça-feira (1º) quando a empresa informou que deve pagar os salários do mês de abril. “Se os funcionários não receberem, vamos paralisar”, conta o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Canoas, Marcelo Nunes.

Marcelo ressaltou que durante as assembleias da categoria, os funcionários questionaram a falta de dinheiro alegada pela empresa. “Como que eles não conseguem honrar a folha se estão renovando a frota e a tarifa foi reajustada?”, ressalta.

Alguns funcionários da empresa estão, além dos atrasos no vale e no salário, sem receber o dinheiro das férias. Porém, antes de deflagrar uma paralisação, a categoria vai avaliar o impacto que isso pode causar em quem utiliza o transporte coletivo na cidade. “Nos preocupamos com os usuários que não tem nada a ver com a situação”, finalizou Marcelo.

Procurada, a empresa Sogal não atendeu as ligações.