FOTO: Camejo Comunicação/Divulgação

Da redação | O Hospital Universitário de Canoas, administrado pelo Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (GAMP), em pareceria com a Secretaria da Saúde, realizou, no último sábado (23), mais um mutirão. Desta vez, 100 pessoas foram chamadas para atendimento com profissionais da área de Neurologia e 286 da área de Ortopedia.

Bianca da Silva, de 24 anos, trouxe o seu filho Jailton, de seis, para a primeira consulta com o Neurologista em Canoas. Naturais de Ivoti, a mãe do menino espera que ele melhore com algum medicamento. “Meu filho sofre com convulsões desde os seis meses, agora elas aumentaram, espero que o médico descubra a causa”, explica.

No local, das 8h até as 17h, os pacientes chamados podem consultar com os profissionais, receber encaminhamento para exames e outros procedimentos. Além das consultas, também foram ofertados 70 exames de raios-X e 100 exames de Eletrocardiograma, sendo 50 no sábado e 50 no domingo.