FOTO: Arquivo Pessoal/Reprodução

Da redação | Isabel Lazzarin Gonsalves de 29 anos, que era motorista de aplicativo e estava desaparecida desde domingo (1°), foi encontrada morta em Mostardas, no Sul do Estado. A vítima morava em Gravataí e tinha dois filhos pequenos.

Segundo informações do delegado André Roese, responsável pelo caso, testemunhas relataram que o VW Gol de Isabel estava estacionando na frente de uma fazenda desde a manhã da última segunda-feira (2). Durante buscas no local, a polícia encontrou o corpo que estava caído entre os bancos dianteiros e o traseiro do veículo.

carro 2
FOTO: Polícia Civil/Divulgação

Conforme a família, a vítima que era conhecida como Bel pelos amigos, saiu na noite de domingo para levar passageiros até Montenegro. “Tentamos contato com ela no dia seguinte, mas um homem atendeu e disse que aquele número não era mais dela. Depois o telefone só deu desligado”, relatou um familiar que prefere não ser identificado.

Ainda não há informações sobre a motivação do assassinato. O delegado afirmou que a investigação irá verificar, entre outras coisas, se foi homicídio ou latrocínio. Em princípio, apenas o celular da vítima foi levado.

Roese acredita que Isabel tenha sido enforcada, já que foi encontrado um fio amarrado no pescoço. A vítima também tinha ferimentos na cabeça, mas não é possível identificar se são golpes de faca ou outro tipo de violência.

O banco dianteiro do veículo estava parcialmente queimado. Por isso, a polícia trabalha com a hipótese de que os criminosos tenham tentado incendiar o veículo, porém como as portas estavam fechadas, o fogo não se propagou.

FOTO: Polícia Civil/Divulgação
FOTO: Polícia Civil/Divulgação

O corpo de Isabel e o veículo foram encaminhados para a perícia.

Motorista de aplicativo

Para a polícia, a família contou que Isabel era cadastrada no aplicativo Uber e que a viagem de domingo havia sido solicitada na plataforma.

Porém, a empresa Uber informou que a Isabel não fez nenhuma viagem no domingo. “A última viagem da parceira com o app da Uber foi concluída normalmente na manhã de sábado (30). Como o noticiário informa que ela desapareceu no domingo, parece seguro concluir que a ocorrência não tem relação com a atividade pelo aplicativo”, afirmou a empresa.