FOTO: Ilustração

Da redação | Um taxista foi morto a tiros na noite da última segunda-feira (16) dentro de um sítio na Estrada Santa Cruz, no distrito de Morungava, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A vítima foi identificada como Alcedário José de Vargas de 72 anos.

Segundo informações da Polícia Civil, Alcedário era proprietário do imóvel e estava com a mulher, quando três homens encapuzados invadiram o local. A vítima reagiu ao assalto e matou um dos suspeitos, mas também acabou sendo atingido e não resistiu aos ferimentos.

A mulher do taxista também foi ferida na ação. Ela foi atingida por um tiro de raspão e, conforme a polícia deve ser peça chave na investigação para revelar a intenção inicial dos invasores.

De acordo com os investigadores da Delegacia de Homicídios, uma das linhas de investigação é de que a invasão seria um assalto. Porém, o carro da vítima, um Fiat Siena tácxi, não foi levado. Para amigos, o taxista relatou que vinha sendo ameaçado e por isso outras hipóteses não são descartadas. Duas armas, que seriam do taxista, foram apreendidas no sítio e passarão por perícia.

O suspeito morto, que usava roupas pretas e uma touca ninja, não foi identificado. Os comparsas dele não foram encontrados nas buscas da Brigada Militar.