FOTO: Karine Viana/Palácio Piratini

FOTO: Karine Viana/Palácio Piratini

Da redação | A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) emitiu uma nota, na tarde desta quarta-feira, a respeito do caso envolvendo a morte de um preso no interior da Penitenciária Estadual de Canoas (Pecan). O corpo de Cláudio Luiz Oliveira dos Santos, 48 anos, foi encontrado no início da manhã, por volta de 06h30, pendurado na grade de uma das celas do módulo 3 da casa prisional. Ele estava com um fio de luz enrolado no pescoço.

Conforme a Superintendência, Santos estava respondendo pelos crimes de furto, arrombamento, porte ilegal de arma e estupro, dentro outros crimes. Ele havia sido condenado a sete anos e oito meses de prisão. O apenado chegou à Pecan III na última quarta-feira, dia 15, oriundo da Pecan IV.

No comunicado, a Susepe informou que o Samu foi acionado para constatar o óbito e que o local foi isolado para o trabalho do Instituto-Geral de Perícias (IGP). Um laudo vai confirmar a causa da morte. Para a Superintendência, ainda é prematuro afirmar que há indícios de homicídio.