Foto: Divulgação/ Prefeitura de Canoas

Foto: Divulgação/ Secom Canoas

Da redação | O Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC) está operando acima de sua capacidade de atendimento. Nesta segunda-feira (1º), a ocupação chegou a 190%, de acordo com o diretor técnico do HPSC, Luiz Carlos Brasiliano.

“O Grupo GAMP, gestor do hospital, vem alertando sobre esse problema recorrente, que não é registrado apenas em Canoas, mas também em grandes unidades de saúde do Rio Grande do Sul e do Brasil, e a Secretaria municipal da Saúde tem lutado para diminuir o número de municípios atendidos, que hoje são em torno de 150”, afirma.

O médico, no entanto, reitera que “os profissionais do HPSC estão trabalhando muito mais do que o limite do suportável para atender a todos os pacientes que chegam ao local, uma vez que é uma unidade de saúde porta aberta e não restringe os atendimentos”.

Confira a lotação registrada no HPSC:

Sala vermelha – 6 leitos com 17 pacientes;

Sala laranja – 6 leitos com 12 pacientes;

Sala amarela- 13 leitos com 26 pacientes;

Sala verde – 14 poltronas com 26 pacientes;

Sala roxa – 15 pacientes;

62 leitos de internação todos lotados

UTI – 10 leitos todos lotados.