Da redação | A Justiça decretou na tarde desta sexta-feira (11) a prisão preventiva de Deoclides da Silva, 45 anos, apontado como autor das facadas que resultaram na morte de quatro pessoas da mesma família, em Triunfo, no Vale do Caí. Ele está foragido e continua sendo procurado pela polícia. O crime ocorreu no fim da manhã de quarta-feira (9). Deoclides era vizinho das vítimas – mãe e três filhos.

Informações que possam levar ao paradeiro do criminoso podem ser repassadas ao telefone 181 do Disque-Denúncia.

Nesta quinta-feira (10), Mirian Ribeiro Pereira, 52; e os filhos Valquiria Pereira Borges, 30; Valeria Pereira Borges, 28; João Paulo Pereira Borges, 21; foram sepultados. As mulheres foram mortas na frente de casa e o homem dentro da moradia, quando teria tentado se proteger do agressor.

Divulgação

Outros dois moradores, um adolescente e um jovem, conseguiram escapar do criminoso. Uma menina de cinco anos escapou da chacina, ao se esconder em uma máquina de lavar roupas no momento do ataque.

O homem teria surtado após um desentendimento por volta de 11h de quarta-feira (9). Populares afirmaram que as discussões entre as partes eram frequentes, considerando o crime bárbaro como um “desfecho do caso”.

Antes de cometer o assassinato, o homem teria abaixado as calças, mostrando os órgãos sexuais, a fim de acirrar a discussão. A motivação para as discussões seria, em especial, o som salto. Deoclides já tinha antecedentes por ameaça e atentado violento ao pudor.