Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Da redação | O governador Eduardo Leite (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (16) que vetará o projeto de lei que libera a venda de bebidas alcoólicas em estádios do Rio Grande do Sul. A proibição ocorre desde 2008 no Estado.

“Uma eventual liberação de bebidas demandaria um aumento de efetivo nos jogos, algo que o governo não tem condições de arcar neste momento”, disse Leite.

O chefe do Executivo ressaltou que a contrariedade ao projeto de lei é sustentada com dados das secretarias da Segurança Pública e Saúde do Estado.

“Estudos comprovam que a ingestão de bebidas alcoólicas potencializa o comportamento agressivo das pessoas e pode resultar em atos de violência”, diz a Saúde.

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Mário Ikeda, ressalta que “desde a proibição da venda de bebidas nos estádios, houve significativa redução nas ocorrências durante os jogos”.

De acordo com o Ministério Público, que também esteve envolvido na discussão, o projeto de lei é inconstitucional, pois já que existe uma lei em nível federal que proíbe o consumo e a venda em eventos esportivos do Brasil.