Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | A Polícia Civil prendeu no último domingo um homem de 31 anos por tentativa de feminicídio. O crime ocorreu no início da madrugada, ocasião em que o indivíduo entrou na casa de sua ex-companheira, de 20 anos, e desferiu pelo menos cinco facadas, atingindo-a no abdômen, peito e antebraço.

De acordo com o delegado Luis Firmino, a vítima já havia sido ameaçada no mesmo dia pelo preso, possuindo contra ele medidas protetivas da Lei Maria da Penha.

“Ele já havia sido indiciado por violência contra a mulher em 2016. As investigações começaram poucas horas após o crime e que a vítima somente não morreu pois recebeu pronto e eficiente socorro, tendo sido atendida no Hospital Regional de Guaíba e em seguida fora transferida para Porto Alegre”, afirmou o delegado.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza, destacou que “os casos de feminicídio receberão atenção especial da Polícia Civil” e que “graças a atuação rápida da DP de Guaíba foi possível prender o autor em menos de 72 horas após o fato.” Por fim, destaca que é fundamental que as vítimas, amigos e toda sociedade denuncie e tenha tolerância zero com agressões no contexto da violência doméstica.