Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Da redação | Agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Canoas, coordenados pelo delegado Thiago Lacerda, prenderam em flagrante dois homens, investigados por integrarem uma quadrilha na Região Metropolitana.

Conforme divulgou a Polícia Civil, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, o agentes apreenderam em Canoas um fuzil calibre 223, de fabricação norte-americana, uma escopeta, uma pistola 9 milímetros de origem turca e uma pistola 380 de fabricação nacional.

De acordo com a polícia, eles são investigados por armazenarem armas de fogo para cometimento de roubos na região.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Conforme o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza, a rápida ação dos agentes policiais, unida à técnicas avançadas de investigação, resultaram na prisão em flagrante e a retirada de armamento de poder de fogo considerável como o fuzil. Delegado Souza ressalta que o “fuzil é uma arma capaz de transfixar viaturas e coletes, por isso é fundamental a retirada dessas armas de circulação”.

Após procedimentos, os presos foram encaminhados ao sistema prisional.