Foto: Arquivo/ Prefeitura de Cachoeirinha

Da redação | Foi identificada como Maria Petrolinea Alves da Silva, 75 anos, a mulher que foi morta a facadas em Gravataí. O crime teria sido cometido pelo filho, de 40 anos.

Maria foi encontrada na sala de casa, no nº 162 da rua São Nicolau, no bairro Sagrada Família. Segundo o major Eduardo Luís Ramos, comandante do 26º BPM, de Cachoeirinha, o dono da moradia foi ao local pela manhã para receber o aluguel do imóvel, quando descobriu que a idosa estava morta.

O suspeito do crime, que é usuário de drogas, foi visto em estado de surto por policiais, na Av. Flores da Cunha, na área central de Cachoeirinha, ainda na noite de quarta-feira. Elel se jogava contra veículos e estava ferido.

Diante disso, o homem foi encaminhado para atendimento na UPA do bairro Jardim do Bosque. Na manhã seguinte, os policiais descobriram que a mãe dele havia sido encontrada morta na casa onde ambos moravam. Os PMs o prenderam.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do mesmo município.