Da redação* | “Controle da Informação na Era das Fake News”, foi com este projeto que alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Sete de Setembro, de Canoas, conquistaram o segundo lugar geral na 12ª Mostra Científica Latino Americana (MCL), uma das maiores feiras da América Latina, que aconteceu na cidade de Trujillo, no Peru. Com a premiação, os alunos vão representar o município e o Brasil na Infomatrix, que ocorre no México, em 2020.

Entre mais de 80 trabalhos de sete países da América Latina, o projeto se destacou pela atualidade do tema, que abordou as fake news com o objetivo de identificar quais notícias falsas os estudantes mais acreditam e em quais meios sociais eles mais acessam tais conteúdos, é o que explica o professor de história e orientador do projeto, Alysson Bentlin.

Os alunos Beatriz Ritzel Dutra e Juan Carlos Messa Rodrigues ressaltam que a ideia surgiu após a leitura do livro “1984”, de George Orwell. “Buscamos entender quais setores da sociedade eram mais suscetíveis aos consumo de notícias falsas, por meio de 350 questionários aplicados em dezenas de escolas públicas e privadas”, comenta Beatriz. Entre as conclusões, o projeto mostrou que a maioria das pessoas consultadas já acreditaram em uma ou mais informações falsas, sendo as mais propensas a disseminar as fake news os entrevistados com menor escolaridade e menor renda. “Tenho orgulho de trazer essa vitória para a escola e para Canoas. No México, vamos buscar o primeiro lugar”, comemora Juan. Além deles, ainda fazem parte do grupo os alunos Thuanni Silveira, Saimon dos Santos Carvalho e Victor Hugo da Silva Rocha.

Os alunos contaram a experiência para o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato; para a vice-prefeita, Gisele Uequed; e para a secretária da Educação (SME), Neka Freitas, na manhã desta segunda-feira (23), e agradeceram o apoio dado pela Prefeitura. O prefeito, ao parabenizar os alunos e a escola, afirma que a educação é prioridade desde o início da gestão. “Estamos nos empenhando para tornar a nossa educação um exemplo a ser seguido. Além de reformas e melhorias nas escolas, ainda estamos investindo na inovação pedagógica, como o Google for Education”, salienta Busato.

Para a vice-prefeita, o resultado deve ser comemorado porque demonstra a qualidade da educação de Canoas e os avanços conquistados nos últimos anos. “Aos poucos, vamos colhendo os resultados de um trabalho sério que estamos realizando em prol da educação de Canoas. Também é preciso ressaltar o empenho dos professores e da equipe diretiva, que não medem esforços para proporcionar o melhor ensino para nossas crianças e adolescentes”, destaca Gisele.

Segundo a diretora, Tatiana Valente, a escola vem passando por mudanças pedagógicas, que focam na inovação e na sustentabilidade. O que é reforçado pela secretária da Educação, Neka: “Além do Sete de Setembro, estamos buscando maior cientificidade das questões dentro da sala de aula em todas as escolas, a fim de mostrar os caminhos para a pesquisa científica e fomentar o pensamento crítico nos alunos, este é o papel da educação”.

Infomatrix no México

A Infomatrix, organizada pela Sociedade Latino Americana de Ciência e Tecnologia, tem o objetivo de apoiar os jovens em levar seus projetos escolares ao conhecimento da comunidade e buscar sua aplicação no contexto social. O evento, que é uma das principais feiras do segmento, ainda proporciona o intercâmbio de ideias e experiências, inovação e empreendedorismo.

*Com informações da Prefeitura de Canoas