Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem foi preso na última sexta-feira (22) por tentativa de feminicídio. A vítima é a filha dele de três meses. O crime aconteceu em Cacequi, na Região Central.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Conforme a Polícia Civil, o caso começou a ser investigado na terça-feira (19), um dia depois que a mãe de 19 anos, levou a criança para atendimento médico. O hospital da cidade suspeitou de maus-tratos e chamou o Conselho Tutelar, que avisou a polícia. A criança sofreu fraturas múltiplas no crânio e lesões nas pernas e no abdômen. Devido à gravidade dos ferimentos, foi encaminhada ao Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM).

Para o delegado Fábio Miguez, que está investigando o caso, o depoimento dos pais à polícia não deixa dúvida de que o jovem agredia a filha. “Entendemos que ele era uma pessoa opressiva, e as agressões foram aumentando progressivamente algum tempo depois de a criança nascer”, conta.

Além disso, os investigadores também apuraram que o preso era contra a gravidez e depois do nascimento seguiu indiferente. “Ele não tinha paciência quando a criança chorava e consumia muita bebida alcoólica”, ressalta.

Tanto a mãe quanto o pai negaram agressões à criança no depoimento prestado à polícia. O homem não tem antecedentes criminais.

Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde da menina — segundo o Husm, apenas a assessoria de imprensa pode repassar detalhes, mas o setor não está trabalhando neste sábado (23).