Foto: Polícia Civil/ Divulgação

A Polícia Civil, através do Setor de Investigações da 1ª DP de Pelotas, recuperou uma cachorrinha de apenas dois meses e meio que tinha sido furtada de uma clínica veterinária. Batizada de Sônia, ela foi localizada no pátio de uma residência na Vila Castilho.

Duas pessoas foram presas em flagrante. Um homem por tentar extorquir o proprietário da cadela. Ele exigia R$ 200,00 para devolvê-la. Uma mulher foi presa por receptação.

O furto do cão da raça buldogue campeiro aconteceu na madrugada do último domingo (01). Sônia pertence ao proprietário da Clínica Veterinária. O animal, que é de estimação, está avaliado em cerca de R$ 800,00.

“A vítima, que é veterinário, recebeu contato de um homem alegando que sabia onde estava a cachorra. Entretanto, ele dava informações desencontradas e exigia o pagamento de R$ 200,00 para devolvê-la”, afirmou o Delegado Titular da 1ª DP, Gustavo Pereira.

Com base nestas informações, os policiais do Setor de Investigação da 1ª DP realizaram diversas diligências para identificar o autor da extorsão. Com base em dados colhidos nas ruas e o cruzamento de características de alguns indivíduos, chegou-se ao suspeito. Após ser abordado, o acusado indicou onde estava a cachorra.

“Os agentes localizaram Sônia vivendo em condições insalubres. No local, deram voz de prisão a outra mulher envolvida no caso, que será indiciada por receptação”, destacou o Delegado.

A dupla foi autuada em flagrante pelos crimes de extorsão e de receptação. O homem foi levado ao Presídio Regional de Pelotas (PRP) e a mulher pagou fiança e responderá ao processo em liberdade.

Já a cachorrinha Sônia foi devolvida ao dono depois de dois dias longe de casa.