Foto: Arquivo Pessoal/ Reprodução

A Polícia Civil vai indiciar o homem autor da morte de três pessoas da mesma família após uma briga de trânsito, em Porto Alegre, no dia 26. Dionatha Bitencourt Vidaletti, 24 anos, responderá por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e que impossibilitou a defesa das vítimas.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O delegado Rodrigo Pohlmann Garcia afirmou que o inquérito ficará pronto até quinta-feira (06). Dionatha foi preso na última terça-feira (28), após se apresentar na 4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O crime aconteceu quando a família, vítima dos disparos, retornava de um passeio. Após se envolver em um acidente de trânsito, Vidaletti, que conduzia uma Ecosport e estava acompanhado da mãe, sacou uma pistola 9 milímetros e atirou contra a cabeça das vítimas, que estavam no outro carro envolvido na batida, um Aircross.

O carro da família havia derrapado e colidido no segundo veículo. Porém, eles não pararam. Alterado, o motorista da Ecosport seguiu a família e cortou a frente do Aircross. Na sequência, o atirador desceu e brigou com o grupo. Em determinado momento, o homem abriu fogo contra as vítimas.

Rafael Zanetti Silva, 46 anos, foi atingido na boca e na cabeça. A esposa, Fabiana da Silveira Innocente Silva, 44, foi baleada na cabeça. O casal morreu no local. O filho deles, Gabriel da Silveira Innocente Silva, 20, foi atingido no pescoço e na cabeça, e chegou a ser encaminhado em estado grave ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A namorada dele e o filho mais novo do casal, um menino de oito anos, não ficaram feridos.