Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O homem que confessou ter matado a namorada, Fernanda Souza de 33 anos, foi encontrado morto dentro do presídio. Alan dos Reis de 22, estava preso no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia. Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o detento estava sozinho em uma das celas da unidade, para onde havia sido transferido na última sexta-feira (21).

De acordo com a DGAP, procedimentos administrativos internos foram abertos para apuração da morte de Alan. A Polícia Científica e a Polícia Civil também foram acionadas.

O crime

Fernanda Souza Silva havia sumido há cerca de uma semana em Bela Vista de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. O corpo da gerente de hipermercado foi encontrado queimado e enterrado em uma região de mata entre Caldas Novas e Piracanjuba, no sul do estado, na quinta-feira (20).

A Polícia Civil disse que Alan foi quem indicou o local onde estava o corpo. De acordo com a delegada Cybelle Tristão, o jovem contou que o casal discutiu, e que ele a matou ainda em Bela Vista de Goiás. O relacionamento deles tinha pouco mais de 20 dias, conforme depoimento do jovem.

A Polícia Civil disse que o jovem confessou ter matado a gerente na noite do último dia 13 de fevereiro e levado, na mesma noite, o corpo dela para o local onde foi encontrado. Ele ainda confessou ter voltado ao local do crime um dia depois. “Ele voltou ao local, cavou cerca de 40 centímetros e enterrou o corpo”, disse.