Foto: Susepe/ Divulgação

O assaltante Cláudio Adriano Ribeiro, conhecido como Papagaio, desembarcou na manhã desta quarta-feira (15) na Base Aérea de Canoas. Ele deixou a Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, e deve cumprir pena em regime fechado na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc).

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Papagaio foi transportado em uma aeronave da Brigada Militar, em uma ação comandada pela Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (Seapen) e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

Cerca de três meses depois de ir para o regime semiaberto, Papagaio não se apresentou no Patronato Lima Drummond, em Porto Alegre, no dia 8 de dezembro de 2017. À época, ele tinha autorização judicial para trabalho externo e saída temporária. No Paraná, ele cumpria pena desde 2018.

O retorno ao Estado atende à determinação do juiz Sidnei Brzuska, da 2ª Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, expedida em dia 31 de março.

Sob forte esquema de segurança, ele foi escoltado por 12 agentes penitenciários da Divisão de Segurança e Escolta (DSE) da Susepe. Foram usadas quatro viaturas operacionais, juntamente com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), para conduzi-lo até a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), onde cumprirá seu saldo de pena, em torno de 52 anos, por ataques a bancos e carros fortes. Papagaio foi considerado, na década de 90, o maior assaltante de banco do Rio Grande do Sul.