Foto: Brigada Militar/Divulgação

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Canoas segue investigando o caso da bebê recém-nascida que foi abandonada em uma parada de ônibus na Avenida Santos Ferreira, no bairro Estância Velha. O caso ocorreu no dia 10 de abril.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Os investigadores querem saber quem são os responsáveis pelo abandono. Conforme o titular da DPCA, delegado Pablo Queiroz Rocha, a mãe pode ser moradora do bairro Guajuviras. “Possivelmente, passaram a pé ou de bicicleta, deixaram a bebê e fugiram”, afirma.

Polícia Civil encontra casal suspeito de ter abandonado recém-nascida em Canoas

Diversas pessoas já foram escutadas pela polícia. Mesmo assim, ainda não se chegou aos responsáveis pelo crime. A Polícia Civil segue pedindo que quem tenha informações sobre o caso denuncie pelos telefones: (51) 98459-0259 ou (51) 98519-0943.

A criança segue internada no Hospital Universitário (HU).

Entenda o caso

A Brigada Militar (BM) recebeu via 190 uma denúncia que a criança tinha sido deixada na parada. Uma guarnição foi até o local e encontrou o bebê. Os policiais então levaram a criança para o Hospital Universitário. No HU, ela passou por exames.

Conforme o titular da DPCA, delegado Pablo Queiroz Rocha, a criança passa bem e aparenta ser saudável. “Ela tem um pequeno machucado na cabeça que pode ser do momento em que ela foi deixada no solo”, conta. A menina mede 49cm e pesa 3kg.

Dias após o ocorrido, publicamos em Agência GBC, que centenas de pessoas querem adotar a criança.