Foto: Palácio Piratini/Reprodução

Anunciado por Eduardo Leite, o distanciamento social controlado que seria uma flexibilização para garantir a reabertura de parte do comércio estava planejado para começar em 1° de maio. Porém, a nova estratégia para evitar a transmissão de coronavírus no Rio Grande do Sul pode levar mais dias para sair do papel e entrar em vigor.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

Como a modalidade terá regras próprias para cada microrregião, o Palácio Piratini precisa negociar com prefeitos e setores econômicos antes de finalizar e colocar o distanciamento controlado em prática. “Talvez não seja possível (ter as novas medidas) já para o dia 1º de maio, mas queremos ainda na primeira semana de maio”, afirmou Leite durante visita em Santa Maria.

Uma das mudanças que devem acontecer na próxima sexta-feira (1°) é a restrição de atividades em cidades com alto índice de casos confirmados. Esse é o caso do Norte do RS, onde fica Passo Fundo, com 103 infectados confirmados e 11 mortes, e Marau, com 49 infectados e uma morte; e do Vale do Taquari, onde está Lajeado, que já contabiliza 56 infectados e três mortes. Individualmente, as três cidades só ficam atrás de Porto Alegre.