Foto: RGE/Divulgação

Segue valendo a proibição do corte de água e luz por falta de pagamento em Canoas. A medida, que foi decretada em 24 de março, segue valendo até junho.

Quer mandar sugestões de pauta e flagrantes da sua cidade? Então, anote nosso WhatsApp: (51) 9 8917 7284

O decreto da prefeitura, além de determinar a proibição de cancelamento do fornecimento por dívidas com as empresas e pelo não pagamento de contas atuais, prevê que os valores deverão ser parcelados a partir de julho. A ação tem como objetivo garantir condições básicas para que todos canoenses possam enfrentar a pandemia do coronavírus, adotando medidas de higiene determinadas pelos órgãos de saúde.

Conforme a prefeitura, as concessionárias deverão dividir o valor total dos atrasos em nove parcelas.