Foto: Jaime Zanatta/ GBC

Quem é de Canoas sabe o quão movimentada é a BR-116 e sua pista lateral, conhecida como Avenida Getúlio Vargas, no horário da manhã. Imagina você: uma troca de tiros em meio ao alto fluxo de veículos. Isso aconteceu nesta quinta-feira (4).

Fuzil utilizado por criminosos durante ataque ao Santander de Canoas é apreendido
Brigada encontra terceiro carro usado em ataque a banco, em Canoas
Criminosos que trocaram tiros com a BM utilizaram fuzil durante ataque a banco em Canoas

A reportagem de Agência GBC cobriu, detalhe por detalhe, uma tentativa de assalto ao Santander, às margens da rodovia. Um policial militar se deslocava para patrulhar a passarela da Estação Fátima, quando se deparou com a movimentação em frente à agência. Importante ressaltar que ele tinha recebido um alerta de assalto a banco, mas em outra agência na mesma via. Certamente, quem fez a denúncia se enganou.

Rapidamente, o policial interveio na situação e, com rapidez, evitou que acontecesse o pior. Protegeu a vida dele e a do gerente e do vigilante que foram rendidos no momento em que chegavam para trabalhar. Além deles, a ação do soldado que, por pouco também não se feriu, evitou que um tiro do armamento pesado que os criminosos estavam, atingisse um pedestre ou um passageiro de algum veículo.

Mas, também preciso destacar como repórter e, nós – eu e vocês, leitores – parabenizar, mais uma vez, a agilidade dos policiais em tentar entender o ocorrido e identificar os acusados. Um dos fatos que justifica essa afirmação é que em menos de oito horas, os três carros e o armamento utilizado pelos criminosos no crime, foram encontrados pelos policiais.

Os policiais militares do 15º BPM agora se unem a Polícia Civil na procura pelos criminosos que assustaram uma cidade inteira nesta manhã.