Foto: Jaime Zanatta/GBC

Com base nas atualizações no decreto nº 128 da prefeitura, está permitido o funcionamento das praças em Canoas nesta quinta-feira (11), feriado de Corpus Christi. Os parques seguem fechados.

No texto anterior, era determinado o fechamento das praças aos domingos e feriados. Dessa forma, a restrição fica limitada somente aos domingos. As atualizações constam no decreto nº 139, publicado na quinta passada (04).

A Prefeitura de Canoas retirou de brinquedos da área infantil de diversas praças nos quatro quadrantes da cidade. Os equipamentos, que necessitam de revitalização, não serão devolvidos logo depois da reforma.

A recolocação só vai ocorrer após o período da pandemia do novo coronavírus.

Prefeito preocupado

O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, disse na terça-feira (09) que nas últimas duas semanas “a população relaxou” no cumprimento das medidas de combate ao coronavírus. Como resposta, a prefeitura fechou as praças e o comércio aos domingos, a fim de evitar aglomerações e, consequentemente, evitar a propagação do vírus.

A preocupação do prefeito também é com relação ao número de casos de Covid-19. A disparada de notificações também aumenta as chances de maior ocupação das internações. Em média, 25 estão sendo ocupados atualmente. A Prefeitura possui 50 leitos de UTI destinados ao tratamento da doença, sendo que 35 estão em funcionamento.

Busato demonstrou preocupação com o comportamento dos canoenses nas últimas semanas. “De uns 14 dias pra cá, percebemos que a população relaxou. A curva [do número de casos] não veio com a intensidade prevista. A população descansou, começou a frequentar as praças, as ruas. No fim de semana, o pessoal dá aquela relaxada, vai pra praça, tomar uma cervejinha, bater um papo, fazer roda de chimarrão, que é uma coisa impressionante nos dias de hoje. E isso fez com que nosso gatilho fosse ativado”, desabafou.

Segundo o prefeito, esses fatores fizeram acender uma luz de alerta em Canoas. “Procuramos dar uma advertência fechando as praças e o comércio; Não é uma atitude 100% eficiente, mas ajuda a evitar a disseminação do vírus, porque evita aglomerações. Isso deu uma freada no número de casos”.