Foto: Jaime Zanatta/GBC

Por conta do crescente número de casos de coronavírus e lotação de 86% dos leitos de UTI COVID em Sapucaia do Sul, o município seguirá com o fechamento do comércio e serviços não essenciais nos próximos dois finais de semana. A decisão foi tomada nesta terça-feira (16), em reunião com o Comitê de Enfrentamento ao coronavírus. O novo decreto, com medidas ainda mais restritivas, como a inclusão de igrejas e lanchonetes, será divulgado pela Prefeitura na quarta (17).

O prefeito Dr. Luis Rogério Link destaca que a medida é necessária para reduzir a circulação de pessoas na rua, e conter a transmissão do vírus. “Diante da situação que estamos vivendo, seguiremos com o fechamento do comércio nos finais de semana, mas com mais restrições. É preciso que as pessoas entendam a importância de permanecer em casa, mantendo o distanciamento social. Para vencermos esta pandemia, precisamos da colaboração da população”, disse.

Leia também >> Prefeitos da Região Metropolitana não descartam fechar comércio nos próximos dias

Até o final do mês, nos sábados e domingos, fica suspenso o funcionamento de comércio e serviços não essenciais. Nestes dias, igrejas e templos deverão permanecer fechados.  Lanchonetes também ficam proibidas de funcionar, exceto para atendimento de tele-entrega ou take away.