Foto: reprodução

A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (2) que Alexandra Dougokenski de 33 anos foi indiciada por triplamente qualificado, falsidade ideológica e ocultação de cadáver. Ela matou o filho, Rafael Mateus Winques de 11 anos, com uma corda de varal.

O inquérito que investigava o assassinato foi concluído. O crime ocorreu em Planalto, no Norte do RS. Os investigadores chegaram a três qualificadoras, que são: asfixia, motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.

A Polícia Civil também está representando pela prisão preventiva de Alexandra. Desde o dia 25 de maio, quando confessou o crime, a mãe está presa temporariamente – atualmente, ela está detida na Penitenciária Feminina de Guaíba.