Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite atualiza neste momento as bandeiras definitivas da 10ª rodada do mapa do distanciamento controlado do Rio Grande do Sul. Ao todo, o Estado recebeu de municípios e associações regionais 63 pedidos de reconsideração da classificação preliminar, divulgada na última sexta-feira (10).

Os recursos foram analisados pelo Gabinete de Crise. Nessa rodada, o Rio Grande do Sul atingiu maior número de bandeiras vermelhas desde o início do distanciamento Ccontrolado, em 10 de maio, com 15 regiões foram classificadas com risco epidemiológico alto.

A análise preliminar dos índices de propagação do vírus e de ocupação dos leitos trouxe, novamente, as regiões de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeira das Missões e Pelotas em bandeira vermelha. Essas áreas já haviam sido classificadas como alto risco na rodada anterior.

As regiões de Taquara, Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa, Erechim, Passo Fundo, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul evoluíram de bandeira laranja para vermelha nesta rodada.

Santa Maria, Ijuí, Uruguaiana, Bagé e Lajeado são as cinco regiões que permaneceram na bandeira laranja.

Cronograma da 10ª rodada:
• Quinta-feira (9/7): coleta de dados dos 11 indicadores
• Sexta-feira (10/7): divulgação das bandeiras preliminares
• Domingo (12/7): prazo, até as 6h, para apresentação de recursos
• Segunda-feira (13/7): análise de recursos e divulgação, à tarde, das bandeiras definitivas
• De terça-feira (14/7) a segunda-feira (20/7): vigência das novas bandeiras