Foto: Divulgação

Uma nova operação integrada, realizada na noite desse sábado (01), fechou duas casas de prostituição em Novo Hamburgo. A ação, que contou com a participação da Guarda Municipal (GM) e da Brigada Militar (BM), foi desencadeada por volta das 20h e mobilizou um efetivo de 15 agentes.

Ao todo, 61 pessoas foram flagradas e identificadas. O primeiro alvo, uma casa de prostituição no bairro Rio Branco, contava com 14 frequentadores, a maioria deles sem máscara. No segundo estabelecimento, localizado no bairro Primavera, oito pessoas foram localizadas. Foi lavrado termo circunstanciado para todos os presentes.

Os responsáveis responderão administrativamente por descumprimento ao decreto municipal que regulamenta as normas de distanciamento social visando o combate à pandemia de Covid-19. As multas previstas variam de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Em caso de reincidência, esses valores dobram.

Festas particulares encerradas

Três festas particulares também foram encerradas pela operação. Em Canudos, 22 pessoas participavam de comemoração de um aniversário. A dispersão dos participantes ocorreu após uma denúncia anônima. A aglomeração foi facilmente localizada em virtude da grande quantidade de veículos estacionados no entorno do local.                                                              

No bairro Roselândia, a inauguração de uma borracharia reuniu 40 pessoas. Já no bairro Liberdade, cerca de 30 pessoas participavam de uma festa, cuja realização foi denunciada para a BM. Em ambos os locais, a grande maioria dos presentes não utilizava nenhum tipo de proteção e desrespeitava as normas de distanciamento social. A BM lavrou termo circunstanciado para os responsáveis nas três ocorrências.