Estado entra com ação contra flexibilização decretada pela Prefeitura de Cachoeirinha | Agência GBC
22.2 C
Canoas
30 de janeiro de 2023

Estado entra com ação contra flexibilização decretada pela Prefeitura de Cachoeirinha

Procuradoria-Geral do Estado não concorda com liberação de casas noturnas, bares e cinemas, autorizada por Miki Breier

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) ingressou nesta quarta-feira (05) com ação no Ministério Público (MP) contra os decretos emitidos pelas prefeituras de Cachoeirinha e São Leopoldo. Os municípios editaram normativas próprias flexibilizando as regras do distanciamento controlado do Estado. As medidas locais tornaram as restrições estaduais ainda mais brandas nas regiões em bandeira vermelha, mesmo após o Estado flexibilizar o funcionamento do comércio e de restaurantes nesse nível de classificação.

Leia também >> “Os que não entendem talvez tenham a vida resolvida”, diz prefeito de Cachoeirinha ao defender flexibilização

Em relação ao município de Cachoeirinha, o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, argumentou que o número de mortes por Covid-19 não teve redução nos últimos sete dias na região. Segundo ele, apesar de melhorar em um indicador, a região de Porto Alegre ainda segue com outros dois em bandeira preta. Portanto, na leitura do procurador, a melhora não foi suficiente para uma reconsideração da bandeira final.

MATÉRIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!